Regulamento interno

1 INTERNAÇÃO

 

1.1 PROCEDIMENTOS GERAIS

 

O Paciente ou seu responsável deve digirir-se à recepção (ramais: 2786 e 2787) com os seguintes documentos:

As internações serão priorizadas, de acordo com o horario do mapa cirúrgico, conforme agendiamento do médico assistente.

Durante o processo de internação do paciente em quarto particular, será fornecido controle remoto da televisão, mediante assinatura “Termo de Responsabilidade”e pagamento da taxa de manutenção.
Este controle remoto deverá ser devolvido antes da alta do paciente, para que o referido “Termo” previamente assinado possa ser anulado. Caso o controle remoto não seja devolvido, ou seja danificado,  será cobrada uma taxa para reposição do mesmo.

Nota: O cadastramento do médico assistente não tem nenhuma outra fnalidadesenão a de servir ao controle administrativo internno do hospital, não importando na existência de vínculo de nenhuma espécie entre ambos e, especialmente, em nenhuma responsabilidade do hospital por eventuais atos e omissões do profissional cadastrado.

 

1.2 PROCEDIMENTOS PACIENTES PARTICULARES

 

No ato da internação, será solicitado ao paciente ou responsável financeiro que assine:

Ressalta-se que parciais da conta serão emitidas a cada período de 48 horas, devendo ser neste momento quitadas.

 

1.3 PROCEDIMENTOS PACIENTES CONVENIADOS

 

Os planos de saúde cobrem as despesas hospitalares de acordo com o contrato firmado com o conveniado, devendo-se observar que despesas não cobertas pelo contrato serão pagas à parte pelo paciente ou seu responsável financeiro, que deverão estar cientes da abrangência de cobertura do seu plano, bem como das limitações e exclusões do mesmo, no momento da internação.

Eventuais divergências entre o paciente e a operadora ou seguradora quanto ao alcance e/ou extensão da cobertura contratada, deverão ser resolvidas exclusivamente entre ambos. O hospital reserva-se o direito de cobrar do paciente, responsável ou garantidor todas as despesas médico-hospitalares que venham a ser efetuadas, cabendo ao paciente, responsável ou garantidor, conforme for o caso, cobrar judicialmente da Operadora ou Seguradora a importância que necessitam despender, se necessário for.

Ressalta-se ainda que:

Nota: Caso a internação não tenha sido previamente autorizadas pelo plano de saúde, a autorização será dada no momento da internação. Podem ocorrer atrasos devido ao comprimento de todas as exigências burocráticas do plano de saúde. Tais exigências têm previsão ou são decorrentes do contrato firmado pelo paciente e pela Operadora do plano ou Seguradora especializada e não são imputáveis do hospital.

 

2. CONTAS HOSPITALARES

 

No ato da internação, a conta corrente do paciente estará automaticamente aberta junto ao setor de faturamento. Nelas serão lançadas e debitadas diariamente todas as despesas hospitalares.
Os honorários do médico assistente e de outros profissionais da sua equipe, como seus auxiliares não estão incluídos na conta corrente hospitalar, sendo de inteira responsabilidade dos próprios médicos sua fixação e a forma de pagamento. O Hospital não participa direta ou indiretamente deste contrato.
Em caso de transferência do paciente para qualquer unidade de tratamento, o aposento deve ser totalmente desocupado pelos familiares imediatamente.

 

3. ALTA HOSPITALAR

 

Quando da Alta Hospitalar, caracterizada pela formalização desta pelo médico assistente ao posto de enfermagem, os seguintes procedimentos devem ser seguidos:

 

4. EQUIPE DE APOIO

 

4.1 MÉDICOS ASSISTENTES

 

O Hospital do Amparo é um hospital aberto, portanto o paciente escolhe livremente os médicos que o atendem durante sua internação, os quais prescrevem a medicação e a dieta do paciente. Nenhum medicamento será administrado sem a  prescrição dos médicos assistentes, ou, quando necessário, dos médicos plantonistas.
Ressalte-se que a orientação médica é de total responsabilidade e exclusiva competência do médico assistente e seus  auxiliares, devendo o paciente informar-se previamente com os mesmos, sobre os procedimentos a que será submetido, assim como sobre os riscos que porventura possam decorrer destes procedimentos.
O paciente tem direito ao Termo de Consentimento esclarecido. Solicite ao seu médico assistente.

 

4.2. MÉDICOS PLANTONISTAS

 

O hospital mantém um corpo de médicos plantonistas capacitados para eventuais atendimentos de urgência. Esses  médicos permanecem de plantão 24 horas por dia e mantêm contato com o médico assistente. Caso o paciente necessite do médico plantonista, deve solicitar à enfermagem que se encarregará de localizá-lo.

 

4.3.ENFERMAGEM

 

O hospital dispõe de equipe de enfermeiros plantonistas e supervisores, assim como auxiliares e técnicos de enfermagem  capazes de atender as solicitações do paciente durante 24 horas do dia. Para solicitar a presença da enfermagem em seus aposentos basta acionar a campainha ao lado do leito.
A Gerência de Enfermagem do hospital está à disposição dos pacientes, no horário de 2ª a 6ª feira no horário de 07:00H às 16:00H, com intuito de assegurar a qualidade dos serviços prestados. Caso o paciente deseje fazer alguma observação ou comentário referente ao atendimento da enfermagem, deverá solicitar a presença da gerente de enfermagem (ramal:  2780), ou na sua falta, da supervisora de plantão.

 

4.4.COORDENAÇÂO DE ATENDIMENTO

 

Caso o paciente deseje fazer algum comentário ou necessite de apoio para eventos não cobertos pelas outras equipes,  deverá procurar a Coordenação de Atendimento (Ramal:2811), que possui profissional capacitado para atendê-los de 2ª a 6ª feira das 08:00H às 16:00H.

 

5. ALIMENTAÇÃO

 

5.1. SUPERVISÃO
A alimentação dos pacientes é supervisionada por equipe de nutricionistas que determina o cardápio de acordo com a dieta prescrita pelo médico assistente, sendo as refeições servidas aos pacientes nos seguintes horários:

 

Desjejum 06:00H às 07:00H
Colação 09:00H às 09:30H
Almoço 11:30H às 12:30H
Lanche 14:30H às 15:30H
Jantar 17:30H às 18:30H
Ceia 20:30H às 21:30H

 

6. ACOMPANHANTES

 

Só será permitido o pernoite de 01 (um) acompanhante por apartamento, observando-se que, o recebimento da roupa de  cama, por si só, autoriza ao hospital a cobrança da diária de acompanhante. O acompanhante deverá ser identificado no ato da internação, onde receberá um crachá que deverá ser utilizado até o momento da alta hospitalar, e logo após o mesmo deverá ser devolvido a Recepção. E caso o paciente seja transferido para  o CTI o crachá também deverá ser devolvido.
Não será permitido o pernoite de acompanhante para pacientes internados em enfermarias ou no Centro de Terapia Intensiva (CTI).
As refeições dos acompanhantes são servidas no apartamento, obedecendo os seguintes horários:

 

Desjejum 06:00H às 07:00H
Almoço 11:30H às 12:30H
Lanche 14:30H às 15:30H
Jantar 17:30H às 18:30H
Ceia 20:30H às 21:30H

 

O desjejum está incluído no preço da diária. As demais despesas são consideradas despesas extras e serão faturadas no  ato de cada solicitação.
Os acompanhantes poderão utilizar os serviços da cantina localizada próxima à Recepção do Hospital, ressaltando que é proibida a alimentação nos corredores, bem como a circulação de alimentos no interior do Hospital.

 

7. VISITAS

 

Não é permitida a entrada no Hospital com trajes de banho, chinelo, camiseta ou short.

 

7.1. APARTAMENTOS E ENFERMARIAS

 

O horário permitido para visitas em apartamentos é das 08:00H às 20:00H, devendo os visitantes se identificar na Recepção e portar em local visível o crachá de identificação, fornecido pela recepção.
O horário permitido para visitas em enfermaria é das 16:00H às 18:00H.
Em ambas as acomodações, máximo de 02(duas) pessoas por vez.
As visitas de crianças são permitidas, ficando a critério do paciente ou de sua família a oportunidade ou não de realizá-las.
Lembramos que o excesso de visitas e a permanência destas fora dos horários estabelecidos pode perturbar o repouso do paciente, a realização dos procedimentos médicos e da enfermagem, com prejuízo para a recuperação do paciente.
As ligações externas serão passadas aos quartos somente até às 22:00H.

 

7.2. APARTAMENTOS E ENFERMARIAS – GESTANTES

 

Gestantes admitidas após o horário de visita, poderão permanecer com o esposo, avós maternos e paternos até 30 (trinta)  minutos após o nascimento do bebê, após este horário apenas será permitido a permanência de um acompanhante, e os  demais visitantes não poderão permanecer no interior do hospital.
O Hospital do Amparo não possui nenhum vínculo com empresas que prestam serviços de fotos e imagens, portanto os serviços oferecidos não são do Hospital, motivo pelo qual o Hospital do Amparo não assume nenhuma responsabilidade, inclusive para eventual violação de direitos de imagem dos bebês.

 

7.3. CENTRO DE TERAPIA INTENSIVA (CTI)

 

O horário de visitas é de 14:00H às 15:00H, sendo permitida a entrada de até 04 pessoas por dia, sendo 01 pessoa por vez. Não é permitida a entrada de menores de 14 anos. Necessário apresentar documento comprobatório.
Devido a natureza desta Unidade, as visitas poderão ser adiadas, retardadas ou suspensas, caso ocorra alguma emergência no setor. Neste caso os familiares serão prontamente informados pela equipe de saúde.

 

7.4. UTI NEONATAL

 

O horário de visitas é de 10:00H às 22:00H, sendo permitidas somente as visitas dos pais.
Às 3ª feira das 13:00H às 15:00H, será permitida a visita para os avós, mediante documentação.
Devido a natureza desta Unidade, as visitas poderão ser adiadas, retardadas, ou suspensas, caso ocorra alguma emergência no setor. Neste caso os familiares serão prontamente informados pela equipe de saúde.
Todas as informações sobre recém nascidos e rotina da UTI NEONATAL serão explicadas aos pais.

 

8. TELEFONIA

 

Ligações locais, ligações interurbanas, internacionais e para telefones celulares poderão ser realizadas com auxílio da telefonista (ramal: 9). As ligações serão tarifadas e cobradas no momento da alta , ou no caso de internação de longa permanência, semanalmente.
Dúvidas em relação a cobrança da taxa telefônica poderão ser esclarecidas junto à Recepção (ramais: 2786// 2787).
Existem, à disposição de todos, telefones públicos instalados próximos à Recepção.

 

Posto de Enfermagem (1º andar) 120
Posto de Enfermagem (2º andar) 220 / 221
Posto de Enfermagem (3º andar) 330
Ala Nova 323
Ala Verde 122
Copa (1º andar) 140
Copa (2º andar) 240
Copa (3º andar) 196
Copa (3º andar – Ala Nova) 324
Recepção 2786 /2787100
Governança 2776
Telefonista 9

 

9. ESTACIONAMENTO

 

O Hospital não oferece gratuitamente estacionamento para pacientes, acompanhantes e visitantes, somente para  médicos e profissionais da Instituição.
10. NORMAS E LEIS
De acordo com o artigo 4º da portaria n.º 731 de 31/05/90 do Ministério da Saúde, é proibido fumar nas dependências do  hospital.

 

11. DISPOSIÇÕES GERAIS

 

A internação no Hospital do Amparo implica na aceitação plena do presente regulamento.



Hospital do Amparo – Rua da Estrela, 27 – Rio Comprido – CEP: 20251-021 – Rio de Janeiro – RJ – Brasil – Tel.: (21) 2515-2700